O ruído não é rentável para seu restaurante

O ruído desagradável, forte, continuo e indesejado não agrada a ninguém, e se seu bar ou restaurante está perdendo clientes e não sabe por que, talvez aqui você encontre a resposta!

Hoje, o blog Elegância a Mesa vai explicar como combater a contaminação acústica e proporcionar um bom serviço ao seu cliente, gerenciando um restaurante de forma saudável e rentável tanto para você como para os vizinhos do seu estabelecimento.

O assunto do ruído em restaurantes traz de volta um debate que já é clássico no setor de turismo, hotelaria e restaurantes: a contaminação acústica presente nestes locais, e os danos que provoca não apenas nos empregados e seus clientes, como nos vizinhos mais próximos, aqueles que tem o direito de sossegar sem musica alta ou gritos dos clientes de bares, cafeterias, pubs e restaurantes.

É importante garantir o conforto acústico a seus clientes e adotar uma série de medidas que ajudam a prevenir os graves problemas que o excesso de ruído gera:

  • Problemas auditivos no pessoal do local (garçons, cozinheiros, etc.)
  • Mal-estar entre clientes que estão tentando desfrutar de uma refeição ou uma janta mais ou menos tranquilas
  • Denúncias por parte dos vizinhos do local
  • Penalidades por infringir as leis municipais sobre barulho em locais e horários inadequados;

O ruído é um exemplo comum de atendimento ruim em restaurantes, pois é impossível desfrutar de uma refeição em um entorno barulhento, e além disso, comer com barulho tem consequências para a saúde, como por exemplo:

  • passar meia hora ou mais em ambientes com volume de som superiores a 75dB pode provocar perda temporária da audição;
  • ao trabalhar ou passar muito tempo em ambientes barulhentos, aumenta a probabilidade de problemas cardiovasculares, que vão desde o aumento da pressão até graves problemas cardíacos.
  • Uma pessoa submetida frequentemente a níveis altos de ruído desenvolverá com o tempo problemas estomacais como úlceras e gastroenterite.
  • Vizinhos submetidos de forma habitual a locais que emitem ruído superior a 55dB estão mais propensos a sofrer diversas alterações de sono, que logicamente desencadeiam estados de fadiga, baixa imunidade, ansiedade, depressão, etc;

 

Para reduzir o ruído, existem conselhos para minimizar tanto a entrada de ruídos externos, quanto a contaminação acústica provocada pelo próprio estabelecimento:

  • Isolamento do exterior: se nosso bar ou restaurante está em uma rua com muito tráfego, ou em uma zona de alta concentração de gente, o mais aconselhável é que isolemos acusticamente as paredes do local. Se o orçamento estourar, também podemos optar por outras soluções mais econômicas, mas eficazes, como janelas com vidro duplo, separar a zona do restaurante com duas portas, ou utilizar painéis de absorção acústica.
  • Isolamento da cozinha industrial: o ruído da cozinha é inevitável – ordens das comandas, ruídos de bater de pratos, copos, talheres, liquidificadores, batedeiras, e outros preparos dos ingredientes do menu… mas para minimizar a contaminação acústica da cozinha, existem várias opções: lava-louças de qualidade, que emitem pouco ruído, telas e protetores emborrachados onde se trabalha com pratos e talheres, sistemas de comunicação digital entre os garçons e a cozinha, etc.
  • Medidas de prevenção de ruído no salão: a pressa em atender os clientes faz com que o pessoal trabalhe em ritmo frenético e não perceba o barulho que está fazendo ao recolher mesas; os pés das cadeiras e mesas que não param de arrastar, o som da TV se mistura com o dos celulares e com a música ambiente, etc. Boas ideias para minimizar todo este ruído são as seguintes:
  • Formar e informar os funcionários sobre o problema do excesso de ruído e seus efeitos na saúde e bem-estar;
  • Colocar protetores sobre as mesas e superfícies para que absorvam o ruído lógico da manipulação rápida de pratos e talheres;
  • Protetores de feltro nos pés das cadeiras e das mesas do salão;
  • Escolher apenas uma fonte de som ambiental – televisão, rádio, playlist;
  • Utilizar máquinas de café de alta qualidade, que emitam o menor ruído possível ao moer o café.

Garantir o conforto acústico do seu restaurante, bar, cafeteria ou pub não é apenas uma das grandes estratégicas para melhorar o serviço de atendimento ao cliente, mas também um excelente investimento para cuidar da saúde de seus empregados e dos clientes que todos os dias frequentam seu estabelecimento.