Decoração clássica: 6 dicas para adotar esse estilo na sua casa

O estilo de decoração clássica é muito antigo e garante uma atmosfera luxuosa aos espaços com suas cores e objetos sofisticados. Embora seja uma estética antiga, se manteve atemporal e está sempre na moda.

Para criar uma comunicação equilibrada nos ambientes, é preciso saber combinar a arquitetura, os móveis e os demais itens. É importante, ainda, entender que hoje a decoração clássica mescla elementos modernos e contemporâneos, resultando em dois outros estilos: clássico moderno e clássico contemporâneo.

Sua principal característica é o requinte e o luxo nos detalhes, principalmente na arquitetura e nos móveis. Neste post, separamos 6 dicas de como compor ambientes com esse estilo de forma elegante e atual. Acompanhe e saiba mais!

1. Saiba quais são os materiais mais indicados

Os materiais mais icônicos desse estilo de décor são a madeira nobre e o mármore. Este último é muito usado em acabamentos de bancadas de banheiro, de cozinha, em pisos e até vigas adornadas.

Já a madeira nobre se destaca nos móveis, geralmente de tons escuros e trabalhados, como mogno, imbuia e ébano, entre outras. Os tecidos são luxuosos, geralmente mais pesados, para revestir estofamentos de cadeiras, poltronas, divãs e sofás.

2. Opte por móveis imponentes

O grande protagonista desse estilo são os móveis com design robusto, volumoso e trabalhado em madeira nobre, como as que já citamos. São itens ricos em formas orgânicas e entalhes nos pés das cadeiras, das poltronas e das camas, que podem ter colunas nos pés e nas cabeceiras.

Os puxadores e os pés também podem levar um toque a mais de requinte com detalhes dourados. Para quem gosta de reproduzir com fidelidade o estilo clássico mais antigo, dá pra contar com mosquiteiro e um dossel.

3. Harmonize os móveis

Para compor o visual elegante e sofisticado que a decoração clássica pede, a movelaria deve ser escolhida e disposta de forma harmoniosa conforme cada ambiente. Na sala e nos quartos, é interessante explorar móveis maiores e vistosos com detalhes trabalhados.

A madeira ideal é a de tom mais escuro, que confere um aspecto mais natural aos ambientes, como mogno e nogueira.

4. Priorize as cores mais claras

As cores mais usadas no estilo clássico atual são as mais claras e neutras, que dão leveza e sofisticação aos ambientes. Por isso, vale muito apostar no bege, no branco, no creme e em tonalidades variadas de castanho, lembrando que a escolha por cores mais claras valoriza muito imóveis menores, já que essa paleta ajuda a ampliar esses espaços.

5. Aposte na mistura de tecidos

Os tecidos mais usados na decoração clássica são veludo, brocado e seda, com padronagens listradas, florais ou lisas. As cortinas costumam apresentar um aspecto mais pesado, em varões de madeira ou bronze e tecidos nobres como moiré, veludo, jacquard, além de combinar tons mais claros com os mais saturados, como o bordô.

E não se esqueça dos tapetes, que são itens fundamentais em cenários de estilo clássico. Assim, o ideal é combiná-los com as cores usadas nos demais elementos decorativos.

6. Atente-se às proporções

Para garantir que a sua decoração clássica fique harmoniosa e proporcional, os ambientes precisam ser altos e amplos, uma vez que os móveis são robustos e as peças decorativas, bastante ornamentadas. Essas características criam volume e podem sobrecarregar o cômodo caso não haja espaço suficiente.

No entanto, é perfeitamente viável adaptar o estilo a espaços menores. Dessa forma, você pode optar por cores claras em pisos, paredes e até no teto, criando a impressão de pé direito mais alto. Outra dica é reduzir a quantidade de móveis e de peças ornamentais, bem como tamanho de lustres e volume de cortinas.

A decoração clássica pode ser adaptada a qualquer tipo de ambiente. Você precisa apenas ter cuidado com as proporções, além de bom senso no momento de compor cada espaço, lembrando-se das dicas sugeridas aqui.

Gostou do post? Aproveite e compartilhe com os seus contatos nas redes sociais e ajude a espalhar essas dicas!