, ,

Evite erros na gestão de seu restaurante

Minimizar o trabalho da gestão de um restaurante é um erro grave, que pode custar tempo, dinheiro e saúde. Por isso, reunimos mais alguns erros comuns na gestão de um restaurante, que podem te ajudar a prevenir problemas futuros.

 

Economizar no investimento inicial

O que começa bem, termina bem. É um clichê, mas é perfeitamente válido para evitar o terceiro erro da lista – economizar nos elementos básicos que qualquer restaurante precisa para funcionar.

Estes elementos são muitos, e variados: o local em si (pintura, marcenaria, eletricidade e hidráulica), as instalações sanitárias, o equipamento de cozinha industrial, o mobiliário – mesas, cadeiras, booths, balcões, medidas de segurança e prevenção de incêndios, o pessoal de cozinha, bar, salão, administração e limpeza…

Abrir um restaurante exige um investimento inicial, e certas despesas deste budget devem ser enfrentadas de qualquer forma.

 

Contratar familiares sem experiência

O quarto erro é o mais comum entre empreendedores mais jovens: abrir um restaurante e contratar seus pais, irmãos, primos e amigos, sem que tenham a mínima experiência. Vemos este erro refletido claramente em reality shows como “Kitchen Nightmare”, mas ele continua se repetindo.

A equipe de um restaurante é fundamental para o sucesso ou fracasso de um projeto, e por isso é importante contratar o melhor chef que você conseguir, e recrutar garçons e garçonetes com experiência. Dessa forma, você poderá oferecer a seus clientes o nível de qualidade que eles estão pagando, e evitará infinitas discussões familiares que nunca acabam bem.

 

Ser igual aos demais

O Brasil é um país com mais de um milhão de estabelecimentos como restaurantes e bares. Esta é uma boa notícia para os clientes, para os setores de turismo e gastronomia, mas também é uma má notícia para empreendedores pouco criativos.

Abrir e gerir um restaurante hoje em dia exige ao investidor que libere a imaginação para se destacar entre a concorrência. Não adianta abrir um restaurante igual a todos os outros do bairro. Ser igual a todos é um erro grave, e por isso deve-se pensar em um restaurante diferente, original e único.

Mas de que formas pode-se diferenciar da concorrência direta?

  • Escolher uma temática gastronômica não-convencional: vegetariano, ecológico, infantil, pet friendly
  • Oferecer menus temáticos com prazos definidos – semana do vinho, mês dos frutos-do-mar, etc.
  • Combinando o negócio com outro segmento de lazer: música ao vivo, shows, etc.

 

Lembre-se destes detalhes quando chegar o momento de colocar em prática seu projeto de restaurante!

, ,

Restaurante ecológico, uma nova tendência – parte 1

Abrir um restaurante ecológico é uma ideia de negócio interessante, e um projeto perfeito para os empreendedores que queiram entrar em um nicho de mercado pouco explorado. Mas o que é um restaurante ecológico? O que precisamos saber para abrir este tipo de estabelecimento de forma rentável? O blog Elegância á Mesa vai explicar tudo para você!

 

O que é e o que não é um restaurante ecológico

Um restaurante ecológico se preocupa com o meio ambiente em todos os detalhes: desde a escolha de mobiliário fabricado com materiais sustentáveis (como a madeira), à compra de alimentos saudáveis de procedência local e elaborados com a menor quantidade possível de aditivos, a escolha de equipamento que conservem mais energia, produtos de higiene naturais, etc.

Ser um restaurante ecológico não é apenas pintar as paredes de verde, encher o local de plantas ou oferecer pratos vegetarianos.

 

Como gerenciar um restaurante ecológico

Existem pontos chave para gerenciar um restaurante ecológico de verdade – uma série de conselhos práticos que te ajudarão não apenas a abrir um restaurante deste tipo, mas também como divulga-lo como tal nas redes sociais. Confira:

 

Os produtos

O que distingue um restaurante ecológico de um restaurante “normal” é a escolha dos produtos básicos que você serve a seus clientes. Os alimentos que preenchem sua despensa devem proceder majoritariamente da agricultura, pecuária e pesca local.

Procure não comprar produtos que tenham sido fabricado a mais de 100km de sua localização geográfica e aposte nos pequenos produtores locais, que não usem pesticidas ou químicos para cultivar sua verduras e hortaliças.

A carne é um assunto mais delicado. Gerenciar um restaurante ecológico implica em apostar no tratamento digno dos animais da fazenda, sejam eles terneiros, cordeiros, vacas, galinhas ou porcos. Não é necessário que seu restaurante seja vegetariano ou vegano, mas é preciso que a carne oferecida a seus clientes provenha de locais onde os animais tenham sido criados da forma mais humana e digna possível.

 

Em nossa próxima postagem sobre o assunto, vamos tratar mais alguns aspectos muito importantes para seu restaurante ecológico – aguarde!

,

Erros comuns na gestão de um restaurante

Se engana quem pensa que a gestão de um restaurante é um trabalho simples. Muitos empresários sem experiência pensam que abrir e gerir um restaurante, bar ou café é apenas questão de investir uma quantia, encontrar um bom ponto, contratar garçons e pronto. Aqui você descobre alguns erros comuns que você deve evitar, confira!

 

Não pensar no futuro

Um restaurante é um negócio, e como tal, deve ser rentável. Mas, o que significa um negócio ser rentável? Não apenas deve existir um ingresso diário de dinheiro suficiente para cobrir os custos, mas também que o torne capaz de manter-se, de crescer e consolidar-se a médio e longo prazo.

Assim, um restaurante não terá sucesso se apenas pensamos no caixa de hoje, deste mês ou deste ano. O objetivo final da gestão de restaurantes é construir um negócio consolidado, conhecido e respeitado pelos clientes e pela concorrência, e que permaneça aberto por anos. Mas, como fazer isso? De várias formas, por exemplo:

  • Cercar-se de uma equipe de trabalho realmente profissional (cozinheiros, garçons, hostess, etc.)
  • Apostar na formação contínua do pessoal de cozinha e salão
  • Manter a qualidade do menu e do serviço prestado aos clientes
  • Investir em melhoras sempre que necessário – pintura, maquinário, mobiliário, etc.
  • Investir em publicidade convencional e digital

 

Não trabalhar no negócio

Alguns empreendedores do ramo de restaurantes caem no erro de pensar que gerir um restaurante não vai demandar nada de tempo, e que o mero investimento financeiro resolve tudo. Este segundo erro é mais comum do que parece, e é muito perigoso para a viabilidade do futuro negócio. Gerir um restaurante é um trabalho duro, que vai consumir muitas horas do dia. Não basta “dar uma passada”, e tampouco consiste em contratar um gerente para “vigiar” o negócio.

Para o êxito de um restaurante, será necessário dedicar muitas horas, então não é um negócio para quem não está disposto a trabalhar duro.

 

Estes cuidados podem fazer toda a diferença para o sucesso de seu restaurante. Não se esqueça deles!

,

Acabando com problemas no mobiliário de seu restaurante

Existem muitas tarefas que devem ser feitas antes de abrir um restaurante, e tantas responsabilidades ao se gerenciar o dia a dia de um estabelecimento, que as vezes o mobiliário para os clientes acaba ficando em segundo plano. Devido a estas restrições de tempo, a compra do mobiliário do seu restaurante pode acabar sendo feita sem uma cuidadosa deliberação além de preço, estilo ou aparência. Mais do que isso, pode existir uma pressão para inaugurar o restaurante o mais rápido possível. Cuidado, pois decisões apressadas na compra do seu mobiliário podem levar a gastos excessivos de manutenção e substituição. Veja abaixo algumas sugestões de como acabar com os problemas de mobiliário do seu restaurante.
Leia mais

,

A Madeira em Cadeiras e Bancos para Restaurante

Quando se trata de cadeiras e banquetas de madeira em restaurantes, o que torna um modelo melhor que o outro? Afinal de contas, muitos modelos parecem exatamente iguais. Mas o comprador deve ter cuidado, pois duas cadeiras que parecem iguais podem ser produzidas de forma muito distinta. Dependendo da sua monatgem, algumas cadeiras são muito mais confortáveis e duráveis que outras. Vamos ver alguns detalhes disponíveis em diferentes modelos na hora de comprar bancos e cadeiras de madeira.

Leia mais

,

Porque os Booths são tão populares?

A maior parte dos restaurantes tem uma variedade de opções de assento, que inclui cadeiras, bancos e booths. Eles também podem ter uma variedade de alturas de mesas. Isto tudo contribui para proporcionar aos seus clientes a escolha perfeita de conforto quando visitam seu estabelecimento. Hoje vamos falar sobre os booths, e porque alguns clientes preferem eles ao invés de cadeiras. Descubra porque os booths são úteis para os restaurantes.

Leia mais

, , ,

Como escolher o mobiliário do seu restaurante

Você já criou seu plano de negócios, escolheu o local, escreveu o Menu, está pensando nos funcionários e está ansioso para começar o seu restaurante de sucesso. Está tudo resolvido, certo? Mas a mobília é parte crucial da experiência de um restaurante e é um aspecto muitas vezes desconsiderado na hora de abrir e gerenciar um restaurante. Afinal, seus clientes passarão uma boa parte do tempo se pensando sobre o que estarão sentados. Quando se trata de comprar móveis para cafés, bares ou restaurantes, é preciso fazer um equilibrismo, entre conforto, custo, durabilidade, o quão bem tudo se encaixa ao tema ou atmosfera proposta, e infelizmente, a menos que seu orçamento seja ilimitado, pode ser necessário sacrificar algum destes atributos. Por isso, separaramos 4 dicas para você fazer as melhores decisões na hora de escolher mesas e cadeiras para seu restaurante.

Leia mais

,

Erros comuns na hora de comprar mobiliário para restaurantes

Seja você um experiente proprietário de restaurantes, ou um empreendedor de primeira viagem, siga nossas dicas para evitar os arrependimentos comuns de compras de móveis para seu negócio. Dividimos os principais erros em 4 áreas – vamos conferir?

Leia mais

,

Como organizar seu restaurante para maximizar o espaço

É a regra mais básica dos negócios: quanto mais clientes você tiver, mais lucro pode ter. O sonho de todo dono de restaurante é um salão completamente preenchido com convivas felizes – comendo, bebendo e se divertindo. Enquanto aumentar o máximo possível a lotação do seu espaço pode ser uma opção, na verdade é um jogo de equilíbrio entre otimizar sua renda, por um lado, e garantir um ambiente agradável de jantar, por outro. Assim como “muitos cozinheiros estragam a sopa”, muitos clientes acomodados em um espaço confinado é uma receita para o desastre.

Leia mais

, , ,

A importância de um ambiente que dê cara ao seu restaurante

Nos tempos da sua avó, o convite para um jantar ou almoço significava horas no fogão, aquela mesa grande e todos em casa. Hoje nós juntamos família e amigos, vamos a um restaurante com comida e bebida boa, música, ambiente agradável e aproveitamos os momentos juntos, sem se preocupar em escolher o que vai ser servido, muito menos lavar os pratos.

Não é à toa que o Sebrae aponta uma expansão anual em torno de 10% no setor de bares e restaurantes em nosso país. E com o setor se expandindo, surgem cada vez mais novos concorrentes e opções. Mais concorrência significa que é preciso ter um diferencial pra se destacar. Não dá pra abrir as portas, servir os pratos e ser só mais um no meio da multidão. É preciso ter identidade, qualidade nos serviços e se diferenciar para conquistar clientes.

Leia mais